Menu


Escravas empoderadas

05 JUN 2018
05 de Junho de 2018

Temos ouvido falar muito em empoderamento feminino, porém o que não sabemos, é qual a finalidade de tal empoderamento na prática.

O grande problema da humanidade é não questionar o que se deveria (modinhas, idéias, movimentos, etc.), e questionar o que não se deve (Deus).

*Pausa para nosso disclaimer, pois este assunto merece: O ministério da fé inteligente adverte: Ler este post poderá fazer você feminista “empoderada” enfartar ou descobrir o quão escrava e anulada você realmente é! Você tem nesse instante a chance de parar ou seguir em frente com essa leitura por sua conta e risco de mudanças!

A cada movimento lançado, logo surge uma verdadeira multidão de adeptos que vestem aquela idéia como se fosse sua própria pele, e defendem isso quase como uma religião, quase não, como uma verdadeira religião.

Você que tem aderido há tais movimentos, já parou para questionar quem realmente tem ganho com tanta sede de poder? Você já se perguntou se as crianças são realmente, emocionalmente saudáveis e felizes hoje em dia? Se os casamentos são melhores e mais duradouros? Se a sociedade tem melhorado? Se as mulheres estão realmente mais felizes, seguras, fortes, completas, satisfeitas e valorizadas?

O que tanto poder tem trazido na prática?

Não quero aqui transgredir os direitos femininos conquistados, e sim, resgatar os preceitos sufocados, demonizados, ridicularizados e ignorados por muitos. Sabe aquele momento em que você para, pensa e questiona? Pois é, é justamente a falta desse momento de usar a massa cinzenta que tem feito muitas mulheres, supostamente cristãs, dia após dia comprarem a idéia de que é necessário empoderar-se para ser feliz, empoderar-se para serem respeitadas, empoderar-se para garantir um futuro estável, empoderar-se para ter o domínio absoluto da própria vida… Ok! Ok! Vamos lá no nosso queridinho e respeitadíssimo manual da vida cristã (a Bíblia).

“Mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém, como em toda a Judéia e Samaria, e até os confins da terra.” Atos 1:8

É esse o meu, o seu, o nosso verdadeiro EMPODERAMENTO! O Espírito Santo é o único Poder que todo ser humano deveria se esmerar para receber. Homens, mulheres, idosos e crianças, todos podem e devem lutar por tamanho Poder, esse sim te fará forte, determinada, valorizada, respeitada, decidida, segura, satisfeita, feliz e completa! O Espírito Santo te fará amar e respeitar aos homens e vice-versa, quando Ele habita no seu interior não há espaço para disputas, você não precisa esfregar na face do homem um salário mais alto do que o dele para se auto afirmar, ainda que você realmente ganhe mais, você transmite que isso é uma conquista da família, e não apenas sua, como prova de um empoderamento mundano, você luta para construir lado a lado e não para provar que pode fazer isso ou aquilo melhor do que o homem.

O verdadeiro empoderamento, não grita, não vai para as ruas protestar nada, não agride, não ofende, não diminui o outro, não humilha, o poder que vem do Alto te faz valorizar o ser humano e te dá prazer em cuidar, em dar de si, em oferecer seu melhor, e acima de tudo, o empoderamento do Alto te brinda o mais eficaz e libertador de todos os direitos conquistados por nós mulheres, o direito de poder “assassinar” seu próprio coração e não ir à prisão por isso. ????  Pois é amiga! Chocada com minha expressão? Mas é esse o empoderamento que nenhuma, deixa eu repetir, NENHUMA feminista na face da terra tem conquistado, mesmo queimando todas as suas roupas íntimas, ou protestando completamente despidas, ou mesmo fazendo bandeiras maiores do que o estádio do Maracanã, odiando homens e conquistando cargos de destaque no cenário político, ainda assim elas jamais serão capazes de dominar o próprio coração, e sempre, sempre serão suas eternas ESCRAVAS SUBMISSAS.

Quem são as empoderadas mesmo?

Quem?

Quem?

Ok!

Até a próxima para as mulheres que não precisam empoderar-se pois já receberam o poder do Alto!

Ouça agora: Escola do Amor Responde

Voltar